sábado, 12 de outubro de 2013

Vazio

E vem esse vazio de novo,
Essa falta de palavras,
Essa falta de vento,
De chuva...
Essa falta.

Lacuna,
Essa janela aberta,
Tão cheia de azul
E de oferta.

Essa escuridão,
Falta luz,
Essa solidão,
Falta gente,
Essa desilusão,
Falta amor.

Esse tempo,
Cicatriz,
Porta fechada,
Verniz.

Esse tanto de coisa de nada,
É um tanto de coisa com tudo,
E segue esse dia mudo,
Com essa brisa toda calada.

Agosto/2013

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Ex-quadros



E você borrou o céu
Com seu pincel e aquarela
Desenhou outro céu
Encheu todo ele de cores
Das suas tonalidades
De seus amores

Você quebrou o céu
E espalhou seus estilhaços
Em trechos com todos os reflexos
Do céu que estava todo borrado

Você derramou água do céu
Jogando as lágrimas todas no chão
Choveu com todas suas dores
Despetalou todas suas flores

Você se apaixonou pelo céu
Redefiniu-o
Juntou seus cacos
Secou os pingos da chuva no chão.