domingo, 13 de março de 2011

Eu, recomeço.

mais Clarice, menos Cecília,
mais amor,
menos arrependimento,
mais brilho,

um conjunto de teias
que não faz sentido,
mas que constrói, recomeça, desfaz,

menos sentido,
mais sensações.
e que não haja medo,
pois o que é novo assusta
mas também apaixona.

Nenhum comentário:

Postar um comentário