terça-feira, 12 de outubro de 2010

Nada

Eu quero um algo para escrever, um alguém para amar, eu quero um motivo doce para pulsar. Quero amigos, sonhos, flores. Quero chocolate e chorar pelas dores. Eu quero que o eu sejamos nós, juntos de mãos dadas.
Quero todas as linhas,
Sem versos,
Quero contínuo. Ventania. Até confusão.
Qualquer coisa não-nula, qualquer diferença, diferente de nada.
Sejamos músicas, todos os dós, todos os tons, todas as cores.
Sinestésicos, sensacionais, gritantes, sazonais.
Brilhantes, desconectados, ligações covalentes e iônicas.
E quero acima de tudo ser o mundo, ser Humano.

4 comentários:

  1. Nada ou tudo, o que prefere? Busque preencher esse vazio.

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que o quer você quer é o querer. Não o procure você não achará, ele vem e só.

    ResponderExcluir
  3. simples, lindo e profundo. Do jeito que me faz apaixonar

    http://deciframeenquantotedevoro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Chega de vazios, de agonias e de angústias.
    Preencha-te, seja como for. Seja com o que ou com quem for.

    Bonitopordemais =)

    ResponderExcluir